Record demite autores de entrevista de Suzane Richthofen e causa climão no "Programa do Gugu"



Sete profissionais da equipe responsável pela entrevista que Suzane von Richthofen concedeu ao “Programa do Gugu”, da Record, foram demitidos nas últimas semanas.
O motivo? Virgilio Abranches, novo diretor-geral da atração, estaria dispensando profissionais da equipe formada por Vildomar Batista, seu antecessor no comando do programa.
Há quem diga que os funcionários demitidos foram vítimas da guerra de egos e da disputa entre as áreas artísticas e de jornalismo da emissora dos bispos.
Isso porque, o departamento de jornalismo ainda não teria digerido o fato de ter perdido para um programa de entretenimento uma entrevista que tentava fazer há dez anos.
"A sensação é de injustiça. A gente conseguiu o que o jornalismo da emissora tentava fazer havia quase uma década, mas, em vez de sermos recompensados, fomos descartados por causa de vaidade", desabafou um jornalista demitido, que preferiu não ser identificado, ao “Notícias da TV”.
Além de dois diretores de externas, dois editores finalizadores e três produtores terem sido dispensados, outros dois funcionários pediram para sair por conta do "climão" que se instalou nos bastidores do programa.
A Record ainda não se pronunciou a respeito do assunto.

Durante o “Hoje em Dia”, da Record, desta terça-feira (3), Gugu Liberato abriu o jogo sobre a entrevista polêmica que fez com Suzane von Richthofen na estreia de seu programa na emissora, há uma semana.
O apresentador garantiu que acredita no arrependimento da criminosa, que planejou com os irmãos Cravinhos - Daniel e Cristian - a morte de seus próprios pais, Manfred e Marísia, em 2002.
“Eu acredito que ela se arrependeu”, iniciou o comunicador, sendo interrompido por Ana Hickmann, que pareceu ter ficado chocada com a declaração do loiro.
“Você acha mesmo que ela se arrependeu, Gugu?", indagou a loira.
Liberato, então, explicou seu ponto de vista. “Eu acredito. Porque ela perdeu tudo, perdeu a família, perdeu a liberdade, perdeu a juventude, 39 anos de reclusão, não é possível que alguém não se arrependa. Se ela não sentiu dor pelo crime, pelo menos sente arrependimento de ter perdido todas essas regalias - ela viajava para a Europa sempre, por exemplo”, justificou.
O profissional aproveitou para comentar a declaração de Suzane, que garantiu não possuir dinheiro nenhum fora da prisão. “Há quem diga que ela tem uma fortuna na Europa, mas ela disse que não tem dinheiro nenhum. A Sandra [namorada de Suzane] disse que a única coisa que tem para oferecer para ela é um barraquinho na comunidade, para quando as duas saírem da cadeia.”
O apresentador ainda se colocou no lugar da prisioneira e tentou imaginar como seria se uma tragédia semelhante acontecesse com sua família. “Eu acho que se fosse comigo carregaria essa dor para a vida inteira”, avaliou.

Um operador de áudio utilizou a internet para denunciar que foi demitido por um suposto erro na produção da entrevista de Gugu Liberato com Suzane von Richthofen, que foi exibida na semana passada pela Record.
Danilo Mejias revelou que captou o material corretamente, mas que o arquivo de som utilizado pela edição não era o indicado. Por isso, falhas ficaram destacadas durante a matéria, gerando reclamações entre os telespectadores.
"[...] Se tivessem usado o áudio correto [da câmera Grande Angular], jamais teria ocorrido isso. Saldo da palhaçada: a corda sempre estoura do lado mais fraco, fui demitido hoje", desabafou o profissional no Facebook.
A Record, entretanto, explicou que não tem relação com o fato, já que não tinha vínculo com Danilo. A produtora New Vision, por sua vez, negou que a demissão tenha sido ocasionada apenas pelo erro.
"Danilo não foi demitido pelo erro de captação de áudio na entrevista. Outros motivos levaram ao seu desligamento", explicou um representante da empresa, terceirizada pela produtora de Gugu, a GGP, ao "Na Telinha".

Os comentários nos bastidores da Record sobre a compra de Gugu Liberato para conseguir uma entrevista com Suzane von Richthofen continuam firmes e fortes. Os boatos são de que o apresentador teria pago R$ 2 milhões pela polêmica conversa com a criminosa, segundo o jornal “O Dia”.
Além disso, as informações sugerem que o dinheiro seria usado na defesa de Suzane.
Gugu Liberato nega
O apresentador desmentiu os rumores de que a entrevista com a presidiária tenha sido paga. E afirmou que a produção da atração conseguiu convencer Suzane a falar por intermédio da namorada da jovem, Sandra Regina, detida também no presídio de Tremembé, em São Paulo.
“Sandra me contou que sua mãe era minha fã, e quando Sandra esteve foragida, a mãe dela disse: ‘o Gugu uma vez se vestiu de mendigo e conseguiu umas moedas, sempre tem alguém disposto a te ajudar'. Suzane estava nervosa, mas não fez exigências. Só pediu a foto da família dela, que eu tinha levado impressa em um papel. Ela não tinha nenhuma foto dos pais na cadeia”, disse ao jornal “Folha de S. Paulo”.
A entrevista polêmica de Gugu com a moça rendeu-lhe a liderança na audiência, marcando 17 pontos ante 14 da TV Globo. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo.

Por MSN
Sexta-Feira, 17 de Abril de 2015

0 comentários

Comentário