Professor é afastado de sala após compartilhar foto íntima no Whatsapp

Docente da Unit pediu desculpas, mas deixou os alunos de fisioterapia revoltados






Uma publicação indevida compartilhada em uma rede social fez com que um professor do Centro Universitário Tiradentes – Unit, situado no bairro de Cruz das Almas, em Maceió, fosse afastado das funções pela direção da unidade de ensino. Ele teria compartilhado a foto de um pênis em um grupo do Whatsapp do qual alunos fazem parte. Na noite dessa sexta-feira (10), os estudantes fizeram um protesto e pediram o retorno do docente à sala de aula. 


Imediatamente após o compartilhamento da imagem, o professor pediu desculpas aos demais integrantes do grupo e afirmou que a distribuição da foto havia sido feita por engano. O ato provocou revolta em alguns alunos do curso de fisioterapia e a informação chegou à direção do centro universitário, que preferiu afastar o profissional com o objetivo de acalmar os ânimos dos alunos e de preservar o professor, apesar de nenhuma ameaça ter sido feita. 

O fato aconteceu há cerca de 15 dias. Ontem, um protesto feito por alunos invadiu os corredores da instituição. O grupo de estudantes pedia o retorno do profissional à sala de aula e reclamava do afastamento do docente, que será submetido ao comitê regional de ética da instituição. 

O professor, que teve o nome preservado, é bem conceituado e leciona nos cursos de Fisioterapia e Biomedicina da Unit. A Assessoria de Comunicação da instituição foi procurada pela Gazetaweb , mas não se pronunciou sobre o assunto.




Por Gazeta Web

Sábado, 11 de Abril de 2015

,

0 comentários

Comentário