Polícia faz buscas em sedes de torcidas organizadas em Maceió

Material das torcidas foi apreendido nas sedes da Comando Vermelho e da Mancha Azul, horas antes do clássico desta quarta-feira




Equipes da Operação Policial Litorânea (Oplit) estiveram nas ruas, na manhã desta quarta-feira (8), para cumprir mandados de busca e apreensão nas sedes de duas torcidas organizadas da capital, a Comando Vermelho, do CRB, e a Mancha Azul, do CSA. Os mandados foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital. 

Nesta manhã, o primeiro alvo da polícia foi a sede da Mancha Azul, situada na antiga Rua do Sol, no centro de Maceió. Lá, foram apreendidos materiais de torcidas, como bandeiras e camisas. Um caminhão estava sendo aguardado no local para fazer o recolhimento dos objetos. 

Depois de apreender os materiais da Mancha, as equipes seguiram para a sede da Comando Vermelho, em Jaraguá. Lá, também foram apreendidos broches, bandeiras, tambores e outros materiais utilizados pelos torcedores durante as partidas de futebol. Todos os objetos recolhidos foram encaminhados para a Delegacia Geral de Polícia Civil, em Jacarecica. 

Apesar do clima tenso entre as torcidas rivais, o cumprimento dos mandados aconteceu de forma tranquila e contou, inclusive, com a ajuda dos próprios torcedores. A ação foi deflagrada após a partida entre CRB e CSA ocorrida no último domingo (5), no estádio Rei Pelé, quando a polícia registrou vários atos de violência. 

Ontem, após a recomendação do Ministério Público Estadual de que apenas uma torcida - no caso, a do CSA - teria acesso ao campo durante a partida de volta, que acontece na noite desta quarta, muitas foram as ameaças feitas entre os torcedores rivais por meio das redes sociais, razão pela qual a polícia tenta evitar que algum incidente aconteça dentro ou fora do Trapichão, onde o jogo será realizado. 





Por Gazeta Web

Quarta-Feira, 08 de Abril de 2015

0 comentários

Comentário