Paes tira time de campo e diz: Lula é Pelé da política


O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, encerrou as especulações sobre sua eventual candidatura à presidência da República, em 2018




O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, encerrou, neste domingo, as especulações sobre uma eventual candidatura à presidência da República, pelo PMDB, à presidência da República.
"Vamos lá: Eduardo Paes será candidato a governador em 2018", disse ele à jornalista Luciana Nunes Leal, do Estado de S. Paulo.
A declaração, no entanto, não significa que o PMDB não terá candidato ao Palácio do Planalto. "Isto posto, é óbvio que o PMDB tem que ter candidato a presidente".
Paes afirma que seu partido poderá mostrar resultados melhores do que os do PT – e também projetar um futuro melhor. "Podemos ser melhores que o PT no governo, isso a gente pode mostrar", disse ele. "O PMDB, pelo seu tamanho, sua pluraridade, é o único partido que tem condições de fazer a concertação que o Brasil precisa''.
O prefeito sugeriu, ainda, que a candidatura própria será mantida, mesmo no cenário em que o ex-presidente Lula seja o candidato. "O Lula é o Pelé da política. Mas não vamos especular. Lula não disse a ninguém que vai ser candidato a presidente".

Por Brasil 247
Segunda-Feira, 06 de Abril de 2015

0 comentários

Comentário