O que fazer: Vestibular ou Concurso?



Há momentos em nossas vidas em que nos vemos obrigados a fazer escolhas. Tentar conciliar dois projetos muito distintos pode não surtir o efeito esperado. Pelo contrário, pode provocar frustração. E uma dúvida comum é: “Devo prestar vestibular ou tentar passar em um concurso público?”. O que você escolheria?

Antes de decidir o que fazer, você deve refletir sobre suas expectativas para os próximos anos. Você pretende se especializar em uma determinada área ou tentar conquistar independência financeira? Quanto você espera ganhar? Quais as condições (financeiras e logísticas) que dispõe para alcançar as metas definidas?

Sim, todos esses aspectos devem influenciar sua decisão. Quem cursa uma faculdade, tem a oportunidade de disputar concursos com uma maior remuneração e, comumente, com uma menor carga horária de trabalho. Isso não é regra, claro. Por outro lado, é necessário passar três, quatro ou até mesmo seis anos nos bancos de uma faculdade.

No meu caso, por exemplo, optei pelo vestibular. O contexto ajudava à época. Tinha 17 anos quando ingressei no curso de Jornalismo da Ufal. Eu ainda vivia com meus pais e eles me deram o suporte para que eu conseguisse ter uma formação e buscar algo mais sólido no futuro (parece conversa de pai).

Mas foi exatamente isso que aconteceu. Depois de formado, eu passei a me dedicar a concursos que ofereciam uma maior remuneração. Outro ponto que considero vantajoso diz respeito à concorrência. Ela era bem menor. Volto a lembrar que existem exceções. Ah, e o conteúdo cobrado era aquele que eu estava habituado (porque vi na faculdade).

Isso não quer dizer que não há bons concursos para quem tem apenas nível médio. Quem se dedica a cargos de técnico em tribunais, por exemplo, ganha uma remuneração que passa dos R$ 4 mil. Um bom salário, se compararmos com a iniciativa privada. Mas a concorrência é bem maior e muita gente com nível superior disputa esses cargos.

Algumas pessoas optam por fazer concurso para garantir logo uma fonte de renda. Elas usam os primeiros concursos como um trampolim. Um concurso vai proporcionando condições para se chegar no outro, até que o objetivo principal seja alcançado. Essa é uma boa sugestão!

Então, o que fazer afinal: vestibular ou concurso? Não cabe a mim responder essa pergunta. Essa resposta está em você! O que você espera para o seu futuro?


Por Blog Gabaritando

Segunda-Feira, 13 de Abril de 2015
  

0 comentários

Comentário