Menina transforma sonho em realidade

Ana Mell ganhou caminhão cheio de livros para montar biblioteca



Foi com muita emoção e gratidão que Ana Mell Araújo Rocha Silva, de apenas sete anos de idade, e seus familiares receberam o caminhão da Secretária de Estado da Educação (SEE) no sítio Encruzilhada, no município de Mata Grande, no sertão alagoano.

A doação da secretaria contempla um expressivo número de livros que farão parte do acervo da biblioteca sonhada pela menina. A mobilização para criação da biblioteca foi iniciada por meio de campanha nas redes sociais iniciada pelos tios das estudante.

A secretária adjunta da Educação, Laura Souza, diz que a iniciativa de Mell é importante para o incentivo à leitura com as demais crianças de sua faixa etária.

"O secretário Luciano Barbosa e o governador Renan Filho ficaram sensibilizados com a iniciativa de Mell em querer criar uma biblioteca e incentivar outras crianças de sua cidade a desenvolver a paixão pela leitura, hábito imprescindível para o bom desenvolvimento do aluno no decorrer de sua trajetória escolar. Em virtude disso, mobilizamos nossos técnicos para a doação destes livros paradidáticos", destacou a gestora.

A garotinha não escondia a alegria pela doação.“Estou com o coração quase saindo pela boca. Estou tão feliz, tão feliz”, reconheceu a pequena Mell. Encantada ao ver seu sonho transformar-se em realidade, ela agradece a todos que se mobilizaram para a realização de seu desejo: mãe, avós, tios e a Secretaria de Educação, já imaginando e convidando todos para inauguração da sua biblioteca.

“Eu agradeço à Secretaria de Educação e espero que esses livros me ajudem hoje e no meu futuro. Estes são os primeiros livros que eu recebi, estou muito feliz mesmo, é um sonho”, declarou Mell, enquanto desviava o olhar em busca de seu avô, Genivaldo Constâncio.

Relação com os livros - “Livro para mim é como fazer uma viagem, sem precisar sair do lugar. Lendo eu estou no céu”, descreveu a menina. Ela revela que gosta muito dos livros de estórias, mas que sua verdadeira paixão é o dicionário.
 
“Adorei todos esses livros. O dicionário é meu preferido, pois é onde eu descubro palavras novas e seus significados. Já li vários”, afirmou.

De acordo com a mãe Alessandra Carla, um dos autores prediletos da pequena Mell é Monteiro Lobato. “O livro Aritmética da Emília foi o primeiro que trouxe para Mell. Mesmo com uma leitura complexa, voltada para estudantes de um nível maior, ela se interessou e leu tranquilamente”,contou.

A origem do sonho - Segundo a avó materna, Necy Araújo Fortes, uma das grandes incentivadoras na estruturação da biblioteca no sítio, Ana Mell sempre foi apaixonada por leitura e animais desde os primeiros anos e logo trocou as bonecas por livros, quebra-cabeças e pela montaria a cavalo.

“Ela começou a estudar aos dois anos e sete meses. Aos cinco ela já lia tranquilamente e escrevia os primeiros bilhetinhos aos familiares. Recentemente, estávamos assistindo televisão e ela propôs formarmos uma biblioteca aqui. Eu ri, aceitei prontamente e ela escreveu o bilhete para a tia, Fafá Rocha”, relembrou.

A avó afirma que Mell é um orgulho para a família e que por isto não medirão esforços para concretizar seu sonho.
 
“Ela é uma menina maravilhosa, cuida do avô e de mim. É muito gratificante retribuir todo esse carinho. Agradeço, em nome de toda família, à Secretaria de Educação por este presente para minha neta. Nunca imaginávamos conseguir um acervo destes”, falou emocionada.


Por Assessoria

Segunda-Feira, 13 de Abril de 2015
  

0 comentários

Comentário