Assassinato de jovem na Barra de Sto Antônio revolta e população organiza ato

W.F.S.L. foi morto com um tiro nas costas quando assaltantes se dirigiam ao caixa de pizzaria
 

Um jovem que completaria 17 anos na próxima terça-feira dia (07) foi baleado e morto na noite desta quinta-feira às 22h30 ao tentar fugir de um assalto a uma pizzaria, na cidade de Barra de Santo Antônio no local chamado Chã da Barra, na entrada da cidade.

 

De acordo com informações de seu pai, Fernando Lourenço de Lima, seu filho W.F.S.L. tinha saído de um culto, na igreja Adventista do Sétimo Dia, na Barra de Santo Antônio, para comemorar antecipadamente seu aniversário, juntamente com um colega, na pizzaria que, por sinal, já foi palco de vários outros assaltos.



No local, foi surpreendido por quatro meliantes que anunciaram o assalto a todos que se encontravam na pizzaria. Após recolherem dinheiro e celulares de vários clientes, se dirigiram ao caixa. Nesse momento, o jovem W.F.S.L. tentou correr do local, provavelmente para não entregar seu celular que tinha ganho fazia poucos dias, porém, um dos assaltantes, que encontrava-se escondido na entrada do recinto, disparou um tiro atingindo-o pelas costas. 


Segundo o perito médico, Dr. Avelar de Holanda Júnior, fatal, por ter provocado grande hemorragia interna.

Uma técnica em enfermagem, que fez os primeiros socorros ainda no posto de saúde da cidade, afirmou que conhecia o jovem e que ele estava se preparando para cursar medicina. "Muito triste, na flor da idade, ia completar ainda 17 anos e ele pedia para não deixá-lo morrer."

O guarda municipal, José Cícero das Chagas, ficou revoltado na hora do funeral, que aconteceu às 16h desta sexta-feira (03), e disse: "A população está perdendo a batalha contra os bandidos na nossa cidade e a policia está tímida, atordoada, sem poder de reação. Antes, eram mais eficientes".

E com isto, conclamou a população para um ato público, no sentido de obter respostas da força policial e paz. O ato - A Caminhada da Paz - já foi marcado para sábado (04) às 15h saindo do mesmo local do homicídio, na chã da Barra.

 

 

0 comentários

Comentário